Notícias

2º Batalhão de Infantaria de Selva promove ação solidária em espaço de acolhimento de índios venezuelanos

COVID EB 20200619 NOT03 F01Belém (PA) – No dia 17 de junho, no contexto da Operação COVID-19 e em apoio ao Comando Conjunto Norte, o 2º Batalhão de Infantaria de Selva (2º BIS) realizou a entrega de cestas básicas contendo gêneros alimentícios, materiais de limpeza e de higiene pessoal, juntamente com brinquedos e roupas para 228 indígenas da etnia Warao, oriundos da Venezuela.

A ação solidária, idealizada pelo Comando Conjunto Norte, faz parte de uma série de atividades em apoio aos espaços que abrigam pessoas carentes. O Espaço de Acolhimento Institucional do Tapanã foi contemplado com dezenas de cestas básicas arrecadadas e distribuídas pelo 2º BIS entre crianças, adultos e idosos.

Durante a atividade, o batalhão também realizou a entrega de produtos de comunicação social oriundos do Centro de Comunicação Social do Exército e, com ajuda de tradutores, contou as histórias em quadrinhos do Recrutinha.

A Gestora da Fundação Papa João Paulo XXIII, órgão ligado a Prefeitura Municipal de Belém, Senhora Adriana Azevedo, destacou e agradeceu a parceria do Comando Conjunto Norte e do 2º BIS em apoio ao abrigo. Já a Coordenadora do Espaço de Acolhimento, Senhora Isabele Castro, disse que a ação do Exército foi fundamental para os indígenas Warao, que estavam passando por várias necessidades após a imigração e contribuiu para levar alegria aos presentes.

Como forma de agradecimento ao Exército Brasileiro, ao Comando Conjunto Norte e ao 2º BIS, o Espaço de Acolhimento Institucional do Tapanã organizou uma apresentação cultural com os indígenas para, também, homenagear os militares participantes da ação solidária, realizada no local.

Fonte: 2º BIS
Foto: Cb Vitor Lopes, Sd Barbosa e Sd W. Junior.