Notícias

Forças Armadas transferiram mais de 600 pacientes de Manaus para outros estados

Dando continuidade ao combate a crise sanitária em Manaus, as Forças Armadas já viabilizaram a transferência de 619 pacientes para outras capitais em aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB). Desses, 16 são pacientes oncológicos, transportados para o Rio de Janeiro a fim de reduzir a ocupação de leitos na rede pública de saúde na capital amazonense. 

Desde o início das ações de caráter emergencial, no dia 07 de janeiro, foram realizados 61 voos para o deslocamento de pacientes entre as capitais do País.

md 40

O apoio logístico empregado pelos militares se estende também ao transporte de oxigênio e demais insumos. Somente na terça-feira (09), foram entregues 18 tanques de oxigênio líquido pelo trecho Brasília-Manaus. Além disso, mais de 113 voos foram realizados para o transporte de 1.853 toneladas de insumos médicos, além de 17 toneladas de medicamentos.

md 41

O esforço aéreo no combate à pandemia de covid-19 já ultrapassa 1.590 horas de voo. A partir da pronta-resposta das Forças Armadas, o estado do Amazonas recebeu 5.079 cilindros de oxigênio gasoso, 529 tanques de oxigênio líquido, 28 usinas de produção do insumo hospitalar e 104 respiradores, sendo 47 doados pela Marinha do Brasil.

Em outra frente, o empenho militar tem beneficiado as ações de vacinação dos povos indígenas. Os Comandos Conjuntos Amazônia, Norte, Nordeste, Oeste e do Rio Grande Norte e Paraíba prestaram apoio logístico à Secretaria Especial de Saúde Indígena - SESAI. Como resultado, mais de 75.760 indígenas foram imunizados contra a Covid-19 em 34 Distritos Sanitários Especiais Indígena (DSEI).

md 42

Fotos: Divulgação/MD